Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

"Temos de estar preparados para a forma como incertezas serão resolvidas"

O Governo apresentou, esta segunda-feira, o Programa de Estabilidade com as principais previsões económicas para o período entre 2019 e 2023. Documento inclui uma revisão em baixa do crescimento para este ano.

"Temos de estar preparados para a forma como incertezas serão resolvidas"
Notícias ao Minuto

12:33 - 15/04/19 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Mário Centeno

Está apresentado o quarto e último Programa de Estabilidade (PE) do atual Governo, que define os objetivos orçamentais para os próximos quatro anos. O Governo reviu em baixa a previsão do crescimento económico para este ano, destacando o contexto externo de incerteza

Este documento é apresentado numa altura em que as principais entidades mundiais reviram em baixa o crescimento económico global, incluindo o de Portugal.

A resolução do Brexit, tensões comerciais globais e a discussão em torno do multilateralismo foram alguns dos riscos apontados por Centeno para o crescimento da economia portuguesa: "Temos de estar preparados para a forma como todas as incertezas vão ser resolvidas", disse Centeno, no Ministério das Finanças. 

Ainda assim, o ministro das Finanças mostrou-se confiante neste programa, que "consolida as medidas do PE do ano passado, bem como no Orçamento do Estado para 2019". 

"Todos estes indicadores sustentam o amanhã, a projeção que hoje apresentamos para o Programa de Estabilidade. Este é o primeiro programa apresentado num contexto de verdadeira estabilidade", reforçou Centeno. "Atingimos todos os objetivos orçamentais com que nos comprometemos", reiterou o ministro das Finanças.  

"O melhor certificado de qualidade da execução orçamental [de Portugal] são os últimos três anos", disse o ministro das Finanças. "Atingimos um porto de segurança que era impensável há três anos", atirou. 

Sobre o investimento público, Centeno destacou algumas prioridades, que vão desde os transportes, nas ferrovias e no metro de Lisboa e do Porto, até à construção de novos hospitais. 

Governo demasiado otimista?

O Governo apresenta as previsões mais otimistas, em comparação com as do Banco de Portugal (BdP) ou do Fundo Monetário Internacional (FMI), mas Centeno responde que "nos últimos anos, foi sempre o Governo quem acertou. (...) As nossas projeções estão certas e são suficientemente cautelosas e conservadoras para garantir que Portugal segue a trajetória de redução da dívida". 

Questionado sobre se esta seria sua última apresentação de um Programa de Estabilidade, enquanto ministro das Finanças português, Centeno adiantou apenas que o próximo responsável pelas Finanças do país terá "um legado como nunca ninguém teve" e chutou, uma vez mais, uma posição sobre o assunto para setembro.

Acompanhe todas as notícias sobre o Ministério das Finanças.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório