Meteorologia

  • 16 SETEMBRO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

O complexo do pénis pequeno: Existe de facto um problema

Mais do que um problema funcional, o pénis pequeno geralmente acarreta consigo vários complexos psicológicos.

O complexo do pénis pequeno: Existe de facto um problema
Notícias ao Minuto

22:28 - 12/06/19 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Anatomia masculina

Nos homens, o tamanho do pénis em repouso é muito variável e muda dependendo da temperatura, do local, e do estado emocional. Sem estar excitado, com o stress, a ansiedade e o esforço, o volume dos corpos eréteis tende a variar. É importante sublinhar que o tamanho do pénis não ereto não está relacionado ao seu tamanho na ereção.

Complexo do pénis pequeno

O transtorno dismórfico corporal do pénis é uma patologia real. Paradoxalmente, essa doença do foro psicológico não tem nada a ver com o tamanho do pénis. Homens que sofrem com isso têm pénis normais. E há homens com boa saúde psíquica, cujo pénis é pequeno e que não os afeta.

Homens que sofrem deste transtorno evitam frequentar, por exemplo, balneários públicos, piscinas, ou fogem de qualquer atividade que apresente um certo risco de terem que se despir em público.

Patologias associadas ao tamanho do pénis

Entre as anomalias mais frequentes encontra-se a curvatura do pénis, chamada síndrome de Peyronie. O pénis interfere na penetração porque a curva inclina-se excessivamente para baixo. Esta condição é corrigida com extensores penianos ou cirurgia.

Outro problema é a abertura urinária, uma condição conhecida como hipospádia. Normalmente não é um problema significativo e uma cirurgia não é necessária, a menos que haja um obstáculo para depositar o sémen na vagina ou se houver algum problema para urinar.

Existe ainda a microfalosomia, também conhecida por micropénis. Refere-se a um membro com um comprimento inferior a sete centímetros em ereção num homem adulto.

Curiosidade: Entenda o motivo bizarro pelo qual o pénis tem forma de ‘cogumelo’

Efeitos psicológicos associados

O tamanho do membro masculino pode impactar psicologicamente os homens e causar-lhes traumas psicológicos:

- Medo de relacionamentos.

- Perda de autoestima.

- Insónias.

- Medo do ridículo.

O que fazer?

Antes de proceder a técnicas de aumento do pénis é aconselhável seguir uma rotina que não afete ou contradiga o tratamento. O determinante para aumentar o tamanho da área genital e manter um sexo agradável é levar um estilo de vida saudável.

  • O tabaco e o álcool impedem a expansão dos vasos sanguíneos, de forma a que o sangue flua corretamente para dentro dos corpos cavernosos.
  • Evite a obesidade.
  • Os narcóticos também reduzem o tamanho do pénis.

  • Por outro lado, existem certos exercícios físicos que não são recomendados para os genitais masculinos. Aqueles que envolvem um golpe ou movimento súbito na área genital, como o ciclismo, e que danificam o tecido fino.

  • Finalmente, o excesso de pressão, como a que ocorre com o uso de calças muito justas ou uma postura forçada, que pode ter resultados sérios.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório