Meteorologia

  • 15 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Fernanda Fragateiro e Tatiana Macedo na progamação de arte Appleton

As artistas Fernanda Fragateiro e Tatiana Macedo vão expor o seu trabalho na Associação Appleton, em Lisboa, no âmbito da programação de 2019/2020 que também inclui nomes como Pedro Valdez Cardoso ou Sara e André, foi hoje anunciado.

Fernanda Fragateiro e Tatiana Macedo na progamação de arte Appleton
Notícias ao Minuto

15:32 - 05/09/19 por Lusa

Cultura Appleton

A Appleton divulgou a sua programação para os espaços Square e Box, numa altura em que celebra um ano de existência enquanto associação cultural, com atividade de ateliês e de exposição de artistas contemporâneos, lançando ainda uma bolsa para residência de cinco meses em Bruxelas.

No espaço Square, situado no piso térreo, vai acolher os trabalhos de seis artistas, de gerações e contextos distintas, entre eles nomes consagrados como Fernanda Fragateiro (12 de março a 16 de abril), e a jovem Tatiana Macedo (21 de novembro a 19 de dezembro), vencedora do Premio Sonae em 2015, que leva à Appleton uma variante da peça "Esgotaram-se os Nomes para as Tempestades", apresentada na Culturgest do Porto em 2018.

Catarina Real, jovem artista cujo trabalho multidisciplinar gravita da palavra à dança, passando pelas artes plásticas e que este ano terá o seu trabalho exposto na Bienal de Coruche, também estará neste espaço expositivo entre 19 setembro e 24 de outubro.

Outro nome da programação é Maria Lino (16 de janeiro a 20 de fevereiro), artista que este ano teve uma exposição retrospetiva na Fundação Eugénio de Almeida, com curadoria de Nuno Faria, Pedro Januário e Diogo Pinto.

A artista espanhola Irene Grau, que em 2016 foi considerada pela revista Forbes uma das artistas promissoras na geração sub-30, vai estar na Appleton com uma exposição em parceria com o DIDAC (12 de maio a 16 de junho, com inauguração durante a ARCOLisboa).

Adelita Husnei-Bey, artista que em janeiro teve uma exposição no New Museum em Nova Iorque e que já expôs no pavilhão italiano da Bienal de Veneza, estará na Appleton com curadoria de Margarida Mendes (de 02 a 31 julho).

No espaço Box, localizado no andar debaixo da Square, apresenta um programa com projetos mais dinâmicos e rotativos, desde performance, dança, música, cinema, teatro, conversas, cursos e exposições de curta duração.

De acordo com a organização, um dos projetos mais ambiciosos para este espaço é o Ciclo da Cobra, organizado por André Cepeda, que, ao longo de quatro fins de semana, inclui uma instalação vídeo da realizadora portuguesa Marta Mateus, no dia 19 de setembro e um concerto ´unplugged´ do rapper Allen Halloween, no dia 20 de setembro.

Está ainda prevista a exposição "The Frame", do fotógrafo sueco JH Engström, e uma conversa no dia da inauguração, a 24 de setembro, um concerto do francês Jean Jacques Palix no dia 05 de outubro, e um momento em que os brasileiros Walter Moreira Salles e Helvecio Marins Jr. vão exibir o filme "Iracema".

A dupla terá uma conversa com o realizador Jorge Bodansky e Beto Veríssimo no dia 11 de outubro, marcando o encerramento deste Ciclo da Cobra.

A Box vai também acolher exposições dos artistas portugueses Edgar Pires (de 17 a 31 de outubro), Tomaz Hipólito (de 14 a 28 de novembro -- durante a Lisbon Art Week), Sara e André com curadoria de Ana Anacleto (de 16 a 30 de janeiro), Francisca Carvalho, Joana Fervença e Rita Tomas (de 13 a 27 de fevereiro), Pedro Valdez Cardoso (de 26 março a 09 de abril), Inês Norton (de 16 a 30 de abril), Ciclo Art Collectors (de 12 a 16 de maio), Francisco Queiroz (de 02 a 16 de julho) e o Sindicato Pintores (de 18 a 25 de julho).

Quanto à bolsa, em primeira edição, é destinada a artistas portugueses de todas as áreas, tem o montante de 9.000 euros, e consiste numa residência de cinco meses em Bruxelas, no primeiro semestre de 2020.

O júri, constituído por Vera Appleton, Luísa Santos e Miguel Wandschneider, vai anunciar os finalistas desta bolsa no dia 30 de setembro, e no dia 30 de novembro vai ser conhecido o vencedor da bolsa.

A partir de agosto de 2020 a Appleton vai acolher residências de criação em ambos os seus espaços - Square e Box.

Esta associação cultual tem apoiado artistas e projetos, nomeadamente através do empréstimo de equipamento, apoio de produção, apoio de gestão dos projetos em que os artistas estão a trabalhar e que querem desenvolver a nível nacional e internacional.

A Appleton será ainda um dos espaços do Festival Cumplicidades, do InShadow e do Temps d'Images, com espetáculos de dança, teatro e performance na Box.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório